Já tem algumas semanas que não tenho conseguido sair da cama de manhã, levantando sempre quase 11:00, sem vontade de tomar café, sem vontade de fazer nada, só pensando na tarde que vou ter que enfrentar.

Passando quase todos os dias pela insônia, indo dormir depois das 3.

E então sábado não foi um bom dia.

Saí pra fotografar a Carol, essa moça bonita aí em cima, e eu senti que aquele não era meu melhor. Com quase 1 hora de ensaio, sou atingida por uma pomba bem na cabeça e ali se esgotou o que já não estava bom. Sei que entreguei mais 30 fotos pra ela, mas eu sabia que podia ter sido melhor. Principalmente naquela locação, tinha muito mais coisas pra explorar.

Não estou 100%, não estou no meu melhor momento como foi com a Talita por exemplo, que percebi estar fodamente evoluída na técnica e ficar apaixonada pelo meu próprio trabalho.
É difícil admitir que não estou bem. Sigo trabalhando pra que eu não surte, e nas horas vagas (ou nas horas daquele trabalho remunerado), tento não surtar. Talvez seja mesmo hora de dar adeus aos últimos 5 anos. Talvez eu tenha mesmo me esgotado. Talvez eu devesse voltar para a terapia.

Deixe um comentário