Às vezes nos distraímos tanto com todas as nossas prioridades que esquecemos do mais importante: cuidar do corpo e da alma é tão necessário quanto ir bem nas provas da faculdade, pois afinal, sem esse corpo e alma, nem faculdade tem. Tive que fazer uma lista para lembrar eu tenho que estar no topo.

Manter o quarto e a vida organizados, acender aquele incenso gostoso, organizar os livros por cor. Já faz um tempão que comecei esse texto e só agora consegui finalizar, porque finalmente consegui me cuidar.

Dividi em áreas da vida como eu, faculdade, fotografia, blog e trabalho. Nessa ordem. Amo o bloguinho, mas ele é prioridade 4. Eu estou distribuída em lazer, saúde mental e física, e em lazer tá ali o blog e a fotografia juntos. Sair com os amigos, ler bons livros, escrever, gravar, tudo isso me faz bem, e às vezes esqueço, mas o principal aqui é só manter o quarto organizado, já que meu quarto é meu templo. Se ele estiver arrumado, tá tudo girando.

A segunda área é a faculdade, e eu preciso basicamente fazer tudo com antecedência, e só. Pra isso tenho usado o Trello e observando o momento do dia que ando me concentrando mais. A terceira área é fotografia, que é sempre ter foto pra postar. Nesse meio tempo trabalhar as coisas chatas que vem junto com ser artista: marketing, finanças...

A quarta área é o blog, eu só queria conseguir postar de 3 em 3 dias. Esse mês tenho fingido muito bem postando um dia depois com a data certa (rsrsrsr), mas eu gosto de ter essa frequência, gosto de entrar e ver que escrevi sobre uma coisa bacana, participar das blogagens coletivas, e o blog é uma terapia - e junto com ele vem essa onda de YouTube que tenho brincado às vezes.

E por fim a última área, aquela que sinceramente eu não gostaria de estar lidando e que a única coisa que faço em relação a ela é existir: o trabalho. Aquele que paga as contas, a faculdade, a câmera, o computador, as idas ao cinema, enfim, tudo.

Esse mês principalmente eu me esgotei mais uma vez e dessa vez estou buscando alternativas para uma vida mais saudável em relação ao trabalho. Eu não quero mais, é fato, e tudo que tinha planejado para esse segundo semestre de 2018 acabou caindo por terra por causa desse esgotamento, mas eu sabia que um dia eu chegar nesse momento de dizer chega, e enquanto a rescisão não vem, eu faço até onde dá, às vezes nem até onde dá. Minha sanidade é mais importante do que o pouco mais de um salário mínimo no fim do mês. Mandem jobs. De foto, de escrita... só mandem jobs pra essa universitária aqui.

3 Comentários

  1. cuidar da gente é um passo tão importante mas é sempre o primeiro a ser esquecido, né? infelizmente preferimos priorizar outras coisas e vamos deixando de lado até mesmo aquele cházinho do começo do dia pra adiantar outras coisas, ando me policiando nesse sentido também

    e acho que julho foi o mês das demissões, né? também pedi a minha e por enquanto tudo tem ido nos conformes, novo emprego mas agora na minha área, voltando com o blog, cuidando mais de mim...tudo certo, espero que tudo se ajeite aí como tô ajeitando aqui.

    quando aos jobs, é sempre bom procurar grupos no facebook de comunicação (já que seu foco são fotos e textos), sempre precisam de freelas. outra dica legal é dar uma olhada se os cursos dessas áreas na sua cidade não tem um espacinho no site pras empresas procurarem candidatos, foi assim que consegui minha vaga <3 beijo!

    rayASNNES

    ResponderExcluir
  2. ando tentando me cuidar mais também, mas é um processo complicado porque a gente precisa aceitar que tem de partir de nós e que é uma questão de construir hábitos, o que é sempre difícil.

    o blog eu não deixo de lado porque ele também faz parte do cuidar de mim, mas tem outras coisas a que quero dar mais atenção.

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exato! e às vezes nem aceitando a gente consegue cuidar direito, ser humaninho é complicado

      Excluir